Papa Francisco nomeia novo Decano da Rota Romana

Quarta-feira, Março 31, 2021 - 23:34

No passado dia 30 de Março de 2021 o Santo Padre nomeou para o ofício de Decano do Tribunal da Rota Romana o Rev.mo Mons. Alejandro Arellano Cedillo.

O novo Decano nasceu a 8 de junho de 1962 em Olías del Rey (Espanha). Foi ordenado sacerdote em Toledo no ano de 1987 e é membro da Fraternidade Sacerdotal dos Operários do Reino de Cristo.

Doutor em Direito Canónico pela Pontifícia Universidade Gregoriana, Mons. Arellano foi vigário judicial adjunto da Arquidiocese de Madrid e juiz do Tribunal da Rota da Nunciatura Apostólica em Espanha. Em 2007 foi nomeado Prelado Auditor do Tribunal da Rota Romana.

O Tribunal da Rota Romana é essencialmente um tribunal de apelação (cân. 1444, § 1, 2) e julga: em primeira instância as causas que lhe são expressamente reservadas (cf. cân. 1405 §3); as que lhe forem confiados pelo Romano Pontífice (cf. cân. 1444 §3) ou avocadas pelo Decano (cf. art. 52 do Regulamento do Tribunal da Rota); em segunda instância, as causas dos tribunais ordinários de primeira instância e remetidas à Santa Sé por apelo legítimo; em terceira e posterior instância, os casos já tratados em recurso pela própria Rota ou por outro tribunal eclesiástico de apelação. É também o Tribunal de Apelação do Tribunal Eclesiástico da Cidade do Vaticano (Motu Proprio Quo civium de 21 de Novembro de 1987, art. 7).

Os juízes deste Tribunal (Prelados Auditores), escolhidos entre os mais insígnes canonistas, formam entre si um colégio que é presidido pelo Decano como primus inter pares. Desde 2014 é membro deste colégio Mons. Saturino da Costa Gomes, fundador e docente do ISDC.